Como um seguro de vida pode gerar tranquilidade para você e sua família?

DESTAQUES POSTS Seguro de Vida

Seguro de vida e tranquilidade familiar estão intimamente relacionados. Quem consegue ficar sem pensar no futuro dos seus filhos e pessoas queridas? Para se precaver contra diversas situações, esse é um recurso sempre útil.

Se você deseja entender melhor os motivos para contratar um seguro de vida e como ele poder ajudar a garantir tranquilidade para você e sua família, leia este conteúdo até o fim!

O QUE É UM SEGURO DE VIDA?
O seguro de vida é um contrato feito com uma seguradora, no qual o cliente paga um prêmio (o valor que você paga pelo seguro) em troca da garantia de ter suporte financeiro em caso de falecimento ou invalidez permanente do titular. O pagamento pode ser feito de forma única ou como uma renda mensal, de acordo com as cláusulas estipuladas.

A cobertura por morte natural ou acidental, e a invalidez permanente total ou parcial são as garantias principais de qualquer apólice de seguro de vida, mas podem ser contratadas coberturas adicionais, que dependem do seu estilo e das suas necessidades, por exemplo:

• diárias hospitalares por internação;
• diárias para incapacidade temporária;
• despesas com funeral;
• desemprego.

Há quem diga: “mas seguro de vida é um contrato que só beneficia outras pessoas, pois é pago quando o titular morre”. Isso não é necessariamente uma verdade, pois como vimos acima existem diferentes recursos e benefícios. Ou seja, essa ferramenta versátil pode ser útil em vários momentos da vida, em diferentes faixas etárias!

QUAIS OS BENEFÍCIOS DO SEGURO DE VIDA PARA UMA PESSOA?
Se você tem parentes, filhos ou pessoas que dependem total ou parcialmente da sua colaboração financeira, o pensamento sobre como elas ficariam caso você não pudesse mais ajudá-los já deve ter passado pela sua cabeça, certo? Esse é o ponto principal de um seguro de vida. Garantir, na sua ausência, o suporte a quem você ama.

Além disso, ele pode ajudar a solucionar diversos problemas e facilitar a adaptação as novas condições de vida, diante de uma doença grave ou de um acidente que cause invalidez. O fato é que a gente nunca está completamente preparado para um imprevisto, mas eles podem acontecer com qualquer um!

Quanto maior o peso da sua contribuição financeira para o sustento e bem-estar da família, mais importante é se precaver contra qualquer situação inesperada.
Um outro ponto positivo de um seguro é a proteção do patrimônio. O Artigo 594 do Código Civil estabelece que o valor pago como indenização não é considerado uma herança.

Por isso, ele não entra na divisão de bens, não sofre incidência de Imposto de Renda e nem está sujeito à retenção para pagamento de dívidas deixadas pelo titular. Os únicos que têm direito ao capital segurado são os beneficiários que foram escolhidos pelo titular.

COMO O SEGURO DE VIDA FUNCIONA?
Você pode contratar um seguro em seguradora através de uma corretora de confiança. Nesse momento, é preciso definir (conforme sua escolha):

• as coberturas que interessam ao seu perfil;
• o valor que vai ser pago no caso de sinistro, que é quando acontecem um dos fatos cobertos na apólice;
• o prazo de vigência do seguro;
• a forma de pagamento do prêmio, que é o valor que você paga pelo seguro;
• os beneficiários, ou seja, as pessoas que estão autorizadas a receber total ou proporcionalmente o valor contratado, no caso de sinistro.

Com tudo devidamente decidido, a seguradora emite a apólice e você assina. A partir desse momento, sua vida está segurada.

Cabe ressaltar ainda que existem dois tipos de seguro:

Seguro de vida individual
É a modalidade que cobre apenas uma única pessoa: aquela que faz a contratação e paga o prêmio. Ela leva em conta fatores como idade , sexo, hábitos e profissão para definir o grau de risco e, portanto, o valor a ser pago.

Seguro de vida coletivo ou em grupo
É quando uma empresa faz a contratação para um grupo de pessoas. Alguns empregadores dispõem desse benefício para seus funcionários, mas o seguro de vida coletivo também pode ser feito por:

• associações profissionais;
• clubes;
• sindicatos;
• entidades de classe.

Nesse caso, é a empresa quem define as condições do plano, incluindo coberturas, prazo de vigência e outros. O pagamento do prêmio pode ser totalmente custeado pela empresa, repassado integralmente ao titular ou dividido entre os dois. De toda forma, o preço costuma ser bem mais atrativo do que a modalidade individual.

COMO ESCOLHER O MELHOR SEGURO DE VIDA PARA MINHA FAMÍLIA?
Para ter certeza que você e sua família vão poder contar com a segurança e tranquilidade oferecidas pelo seguro, é preciso ter alguns cuidados. O primeiro deles é escolher uma empresa séria e renomada no mercado. Isso faz uma diferença enorme! Evite riscos na hora em que mais precisa de suporte e soluções.

Fora isso, lembre-se de tomar outros cuidados. Separamos algumas dicas para você, confira:

• pesquise, antes de tudo. Compare valores e condições em diferentes seguradoras e escolha aquela que oferecer boas condições. Mas se lembre de desconfiar de ofertas “boas demais”. Nunca abra mão de contratar com uma empresa de confiança;
• antes de assinar a proposta, leia todas as condições. Veja quais são seus direitos e deveres, confira o período de carência para cada cobertura, os valores devidos e os documentos necessários para o pagamento da indenização;
• informe-se sobre os riscos excluídos. Há casos que não estão cobertos durante a carência (como suicídio e doenças preexistentes) e outros, em nenhum momento;
• guarde a apólice e os comprovantes de pagamento em um local seguro. A seguradora deve enviar atualizações periódicas que valem a pena deixar junto ao contrato original. Assim, você facilita sua vida e de seus familiares, no caso de precisar buscar essa documentação;
• informe seus beneficiários ou uma pessoa de confiança sobre a apólice, suas condições e coberturas. Assim, caso precise, alguém vai saber que pode contar com esse apoio adicional em uma emergência.

Ou seja, o seguro de vida é capaz de proporcionar tranquilidade para você e sua família. Considere as indicações desse post e avalie as condições e propostas para garantir o bem-estar dos seus descendentes.

Agora, você não tem mais dúvidas de que seguro de vida e tranquilidade andam juntos, certo? Caso ainda tenha alguma dúvida, deixe um comentário. Será um prazer conversar com você!