Saiba o que observar ao escolher um seguro de vida

DESTAQUES POSTS Seguro de Vida

A contratação de um seguro de vida é a oportunidade de garantir que você e a sua família não fiquem desemparados em situações desfavoráveis. Ele é essencial para planejar o futuro de uma forma sólida, com os recursos financeiros necessários para prosseguir, uma vez que ninguém está livre de riscos.

O ato da escolha do seguro, no entanto, requer muita atenção em alguns aspectos para que o serviço contratado seja exatamente o que você planejou. São sobre esses pontos que abordaremos neste post. Fique conosco e tire todas as suas dúvidas.

TENHA ATENÇÃO ÀS APÓLICES DE SEGURO DE VIDA
A apólice constitui o documento oficial do seguro de vida, que especifica todas as condições para o cumprimento das obrigações das partes — sua e da seguradora. Por isso, é fundamental ter atenção a todos os pontos especificados para que os procedimentos ocorram conforme você idealizou.

Antes de fechar qualquer acordo, analise detalhadamente todos os itens do contrato. Confira os seus dados pessoais e também os dos seus dependentes, a cobertura contratada, o valor da indenização e da mensalidade, além da forma de pagamento definida.

AVALIE OS VALORES COBRADOS
A mensalidade de um seguro de vida leva em conta fatores como:

• valor de apólice pretendido;
• idade do segurado;
• condições de saúde dele;
• quantidade de dependentes;
• fatores de risco a que ele está exposto;
• dívidas;
• estilo de vida;
• fontes de renda.

Com base nesses dados, é possível estimar o valor a ser cobrado. Quanto mais velho for o segurado e mais alto o valor da apólice, por exemplo, maior também será a mensalidade requerida pela seguradora.

Considere todos esses aspectos e analise se o investimento cabe no seu bolso na hora de escolher o seguro.

ESCOLHA OS SEUS BENEFICIÁRIOS
Alguns seguros definem os dependentes do segurado de acordo com critérios predefinidos para o pagamento da indenização — geralmente o cônjuge e os filhos. Certifique-se de que os nomes dos beneficiários apareçam no contrato. Dessa forma, tudo ocorrerá como o planejado, sem equívocos.

VERIFIQUE TODOS OS ITENS DO CONTRATO
Para não haver problemas futuros, exija que todas as cláusulas definidas por você — com possibilidade de serem atendidas pela seguradora — estejam claras no contrato. Evite qualquer negociação que fique, exclusivamente, no boca a boca.

Devem aparecer todas as situações a serem cobertas, as suas obrigações e as da seguradora, a cobertura escolhida, o valor indenizado, o valor da mensalidade, a forma de pagamento e como a mensalidade será ajustada.

Não tenha receio de levar o tempo que for necessário para analisar a apólice. Verifique a possibilidade de analisá-la com calma, até mesmo em sua casa, se possível, e também peça a opinião de alguém que entenda sobre o assunto.

CONSIDERE A COBERTURA QUE É OFERECIDA

A cobertura do seguro de vida vai além de casos de falecimento. Situações de desemprego, invalidez e doenças também podem ser cobertas. Basta escolher a melhor opção para você e a sua família.

Reflita sobre a sua situação. O seu principal receio é contrair uma doença que requeira um tratamento caro e, portanto, deseja contar com um fundo para quitar tudo? Teme sofrer um acidente e ter que interromper as atividades profissionais? Existem pessoas que dependem de você financeiramente e, em caso de morte, quer deixá-las em uma situação confortável?

Avalie o seu perfil — e também o da sua família — e decida pelo seguro de vida que contemple todas as suas necessidades. Refletir sobre cada um dos pontos apresentados é essencial para contar com um benefício completamente adequado à projeção futura desejada.

Agora que você já sabe o que considerar na escolha do seguro, continue bem informado sobre o assunto e leia o nosso outro artigo sobre quais são os tipos de seguro de vida!